Sami Tchak

©Foto|Daniel Herrera

Sami Tchak

Escritor e sociólogo togolês, especialista em género e sexualidade em África

Sami Tchak é um escritor e sociólogo togolês, especialista em género e sexualidade em África, que nos arrasta neste romance por todas as misérias humanas usando o sexo como fio condutor. Amor, morte, desejo, loucura humana em diferentes formas e personagens que nos unem, sem no entanto entender a confusão de sentimentos que foram formando o carácter e traumas do seu protagonista, sem chegar a justificar as suas ações.

Sami Tchak é licenciado em Filosofia pela Universidade de Lomé. Foi professor antes de se mudar para França para estudar Sociologia, doutorando-se em 1993 em La Sorbona. A editora Nuevas Ediciones Africanas publicou o seu primeiro romance, Mujer infiel.

Neste período francês, começa a focar as suas investigações na sexualidade da mulher africana e nos estragos que a sida provoca em África, publicando vários estudos sociológicos sobre estes temas: Formação de uma elite camponesa no Burkina Faso (1995), A sexualidade feminina em África (1999) e África perante o teste da sida (2000).

Viajou para Cuba em 1996 com o objetivo de realizar um estudo sobre a prostituição e publicou lá o seu livro La prostitución en Cuba (1999). A descoberta do México e da Colômbia influenciou as suas escolhas literárias e, a partir do seu romance Hermina (2003), todos os seus livros decorrem numa América Lativa “vaga” que o lembra muito de África.

Entre os seus romances destacam-se títulos como: Plaza de las fiestas (2001), ¡Puta vida! (2003), La fiesta de las máscaras (2004), El paraíso de los cachorros (2006) e Muchachas de México (2008).

 

[+Info]

 
Newsletter

E-Newsletter


Recibe nuestro boletín electrónico semanal con las actividades y noticias de Casa África.

 

En nuestra agenda


 
Media

Mediateca


Accede a nuestro fondo documental de libros, películas y música.

 
Quiénes somos

Quiénes somos


Conoce Casa África por dentro: misión y objetivos, organigrama, dónde estamos,...