Fulbert Youlou

Fulbert Youlou

Sacerdote católico, foi um dos principais líderes da independência do seu país e o primeiro presidente da República do Congo

Nasceu a 9 de Julho de 1917 em Mandibu, perto de Brazzaville. Foi membro da tribo Balali, uma das três mais importantes de Bakongo. Após terminar os seus estudos no seminário de Yaundé (Camarões) foi ordenado sacerdote em 1946. Alguns anos mais tarde decidiu participar, de forma activa, na política do seu país, motivo pelo qual a Santa Sé lhe suspendeu a ordenação.

Ao iniciar a descolonização, os franceses promoveram a figura do Frade Fulber Youlou, que à cabeça da União Democrática para a Defesa dos Interesses Africanos se converteu, em 1960, no primeiro presidente do Congo independente. O crescente movimento de massas nunca aceitou a sua política neocolonialista e os protestos contra a corrupção e contra a repressão das actividades sindicais deram azo a uma insurreição popular no "três dias gloriosos" (de 13 a 15 de Agosto) de 1963.

Youlou renunciou e assumiu o poder de presidente da Assembleia Nacional, Alphonse Massemba Débat, o qual se proclamou socialista e forçou a retirada das tropas francesas estacionadas no país.

Detido pelos revolucionários, encontrou maneira de fugir para a República Democrática do Congo (antigo Zaire) por onde passou e viveu exilado em Madrid até à sua morte, a 5 de Maio de 1972. Em 1965 publicou um livro com o título J'accuse la Chine ('Yo acuso a China').

Fontes:

 
Newsletter

E-Newsletter


Recibe nuestro boletín electrónico semanal con las actividades y noticias de Casa África.

 

En nuestra agenda


 
Media

Mediateca


Accede a nuestro fondo documental de libros, películas y música.

 
Quiénes somos

Quiénes somos


Conoce Casa África por dentro: misión y objetivos, organigrama, dónde estamos,...