22/03/2012

Graffrica. Arte Urbana Africana transforma as salas de exposições da Casa África

A Sala Kilimanjaro acolhe uma obra sobre o meio ambiente.

A Sala Kilimanjaro acolhe uma obra sobre o meio ambiente.

As salas de exposição da Casa África viveram uma experiência inesquecível nestes últimos dias. Além de sofrerem uma transformação, ao ver as suas paredes cobertas por grafitis e pelos pinceis de alguns dos artistas urbanos mais importantes de Espanha e de África, contemplaram a experiência da criação conjunta, a inspiração e a convivência entre artistas africanos e espanhóis. A exposição Graffrica. Arte Urbana Africana abriu ontem à tarde as suas portas depois de quatro intensos dias de trabalho lado a lado, que resultaram num resultado fabuloso.

Até ao dia 7 de setembro, a instituição acolhe o trabalho de três grafiteiros africanos (o marroquino Rabie El Addouni e os senegaleses Deep e Big Key) e dois espanhóis (Lopez de Guereñu e Iker Muro) que participaram neste projeto. A exposição consiste em duas salas grafitadas pelos artistas, que trabalharam individual e conjuntamente para mostrar o seu estilo criativo em volta da reflexão sobre África, da iconografia africana, do meio ambiente e do papel da arte urbana no continente vizinho. A recuperação das raízes e o orgulho de uma história rica e pouco conhecida, o meio ambiente ou a negritude são temas que se refletem nas paredes das salas de exposição da Casa África a partir deste encontro. 

A arte urbana está a ser um dos veículos de expressão mais importantes para que os jovens façam ouvir a sua voz no continente africano e a colaboração entre artistas urbanos de diferentes origens e contextos converte-se numa experiência enriquecedora e moderna, como demonstra esta exposição com curadoria de Nicolás de la Carrera.

A intervenção na Casa África foi inaugurada ontem à tarde e inclui uma performance em direto dos grafiteiros senegaleses. Além disso, os cinco artistas participarão, na Universidade de Las Palmas da Grã-Canária (ULPGC), na pintura de um Mural de Valores no pátio central do Campus do Obelisco, que os estudantes da Universidade irão complementar com mensagens sobre solidariedade, respeito ou cooperação.

A Casa África quer agradecer especialmente à Eurotex, Fergasor, Montana Cans, Dos por Dos Grupo Imagen e FBG Fingerboard & Graffiti. A exposição Graffrica. Arte Urbana Africana só foi possível graças ao seu entusiasmo e patrocínio.

Mais informações sobre a exposição e os artistas
 

Back

 
 
Registro de periodistas

Registro Periodistas


Recibe nuestros comunicados de prensa.

 
Newsletter

E-Newsletter


Recibe nuestro boletín electrónico semanal con las actividades y noticias de Casa África.

 

En nuestra agenda


Actualmente no hay eventos en Casa África
 
 

Conoce África


conoce_africa Conoce a fondo este gran continente: sus países, organizaciones, sus más famosas personalidades...
 
Media

Mediateca


Accede a nuestro fondo documental de libros, películas y música.