A Casa África criou uma linha editorial para dar visibilidade ao conhecimento dos pensadores, escritores e teóricos africanos e africanistas, com o objectivo de apoiar o estudo e a investigação sobre temas que se relacionam com o desenvolvimento e as potencialidades do continente, de um ponto de vista afastado dos estereótipos com os quais tradicionalmente se abordou a realidade africana.

A Colecção de Literatura Casa África, em colaboração com ElCobre Ediciones, tem por objectivo a tradução para castelhano dos títulos mais relevantes da literatura africana, tanto dos escritores já consagrados como das novas fornadas. Conta com os seguintes títulos:

 
Kuti, Memoria de Sangre

Kuti, Memoria de Sangre (Kuti, Memória de Sangue)

Aïda Mady Diallo
Gao, Mali, 6 de Março de 1984. A aldeia é atacada por um bando de saqueadores tuaregues. A família de Kuty, uma menina de 10 anos, é massacrada perante si por quatro homens que atiram contra uma parede e degolam o seu pai, enquanto assiste à violação da sua mulher, a mãe de Kuty, que se suicida pouco depois por imolação.  Kuty, memoria de sangre/Kuty, memória de sangue é o relato da longa vingança desta menina. É também uma parte da história da África que viu, durante muito tempo, como o povo negro era capturado e vendido como escravo pelos senhores do deserto. É sobretudo a primeira novela negra escrita por uma jovem africana que nos transmite, através das suas emoções, a história de toda uma geração que lutou pela liberdade.

Newsletter

E-Newsletter


Recibe nuestro boletín electrónico semanal con las actividades y noticias de Casa África.

 
 

En nuestra agenda


Actualmente no hay eventos en Casa África
 
Media

Mediateca


Accede a nuestro fondo documental de libros, películas y música.

 

Quiénes somos