V Encontro com Mulheres que Transformam o Mundo

De 13 a 22 de março de 2015 em Segóvia (La Cárcel Centro de Creación. Avda. Juan Carlos I s/n)
Exposición fotográfica. Paisajes culturales africanos . Del 25 de mayo al 21 de septiembre de 2018 en Casa África

O V Encontro com Mulheres que transformam o mundo é um espaço de reflexão, debate e denúncia da realidade da mulher em diferentes partes do mundo e de âmbitos diferentes.

Este encontro volta mais um ano a Segóvia para criar um ciclo de conversações cara a cara no palco e mostrar a realidade das mulheres em diferentes partes do mundo e de diferentes áreas através deste V Encontro a ser realizado de 13 a 22 de março de 2015 na La Cárcel Centro de Creación (Avda. Juan Carlos I s / n) e em que a Casa África se torna novamente presente mais um ano, proporcionando a participação da ativista do Uganda Victoria Nyanjura, ao ser entrevistada por Rosa Maria Calaf no sábado 14 de março, às 12:30h, num diálogo intitulado "Mulheres usadas como armas de guerra. De escravas a motores de troca.".

Victoria Nyanjura é assistente do Projeto Justiça e Reconciliação (JRP), que trabalha com as comunidades afetadas pela guerra e que também coordena a Rede de Defesa da Mulher, um fórum onde as mulheres afetadas pela guerra se reúnem para defender o reconhecimento da violência de género infligida sobre elas durante a guerra no norte do Uganda. Esta rede foi fundamental na promoção de uma petição recentemente apresentada ao Parlamento do Uganda, solicitando um pedido de indemnização dessas vítimas. Foi assinado por mais de 1.000 mulheres afetadas pela guerra e resultou numa resolução por unanimidade.

Nyanjura cresceu no norte do Uganda e com 14 anos foi sequestrada por um grupo paramilitar que, como muitos outros, usa as mulheres como arma de guerra. Victoria foi violada e obrigada a casar, tornando-se uma das muitas vítimas que ficam privadas, da forma mais cruel e violenta, dos seus direitos humanos mais básicos e de forma fundamental.

Apesar da sua juventude traumática, conseguiu continuar os seus estudos e formou-se em Estudos de Desenvolvimento em 2014. Agora usa as suas habilidades e experiência de vida para promover a paz sustentável através do JRP, que lhe valeu ser nomeada como uma das 1000 mulheres de paz no mundo.

O seu diálogo com Rosa Maria Calaf, veterana jornalista espanhola, com muitos anos de experiência como correspondente, é, como o resto do que nos oferece Segóvia ano após ano, algo a não perder, porque é exibida uma realidade tão dura quanto silenciada.

Para mais informações e outros diálogos, consultar o programa do encontro.

 
 
 

Colabora: 

  

  

Apoya: 

  

 

Back

 
Compartir con:
 
 
Newsletter

E-Newsletter


Recibe nuestro boletín electrónico semanal con las actividades y noticias de Casa África.

 

Quién es Quién en África


 

  • Filter by:
 
of407

There are no results for this search
 

Efemérides


Premios de Casa África


Premios Griot de Ébano, Premios de Ensayo, Premios de cine...