Santiago, cenário da dança contemporânea

20:30 horas
Dia 15 de Junho pelas 20:30
Ciré Bèye

A oferta cultural de África Vive completa-se nesta ocasião com a dança contemporânea africana, com a qual se quer dar a conhecer que no continente vizinho a dança é muito mais do que ritual e tribalismo: é uma vanguarda de estilo e uma procura da beleza.

Para o demonstrar, a Casa África apresenta em Santiago um espectáculo onde se mostra o potencial artístico e o trabalho criativo que se está a desenvolver no continente em matéria de dança.

Nesta ocasião actuam Ciré Bèye e Auguste Ouedraogo. O primeiro é um bailarino senegalês, membro da companhia Jant Bi  há dez anos. Depois de passar por Bilbao com a iniciativa África Vive interpretará em Santiago um solo de 35 minutos denominado Yonnu Adouna, sur le chemin de la vie, acompanhado apenas por uma luz suave e a música de um saxofone. Por sua vez, Auguste Ouedraogo é um bailarino de renome oriundo do Burkina Faso, co-fundador da companhia Art'Dév/Compagnie Auguste-Bienvenue que colaborou na criação de vários espectáculos como o desfile coreográfico Kôyan Kote (2000), coreografado por Salia Sanou, Seydou Boro e Cyril Viallon.

A actuação terá lugar no Salão Teatro do Centro Dramático Galego (Rua Nova, 34), na terça-feira dia 15 de Junho pelas 20h30. Entrada: 10 Euros. Duração aproximada do espectáculo: 1 hora e 15 minutos.
 
 
 
Compartir con:
 
 
Newsletter

E-Newsletter


Recibe nuestro boletín electrónico semanal con las actividades y noticias de Casa África.

 

Quién es Quién en África


 

  • Filter by:
 
of426

There are no results for this search
 

Efemérides


Premios de Casa África


Premios Griot de Ébano, Premios de Ensayo, Premios de cine...